quinta-feira, 10 de agosto de 2006

A final de contas... pra que serve viver e ter amigos!?


Gente, ninguém pede para nascer... ninguém escolhe lugar onde vai aparecer nesse mundão, nem pais, nem irmãos.
Não escolhemos família... escolhemos sim, OS AMIGOS, onde vamos morar, com quem vamos conviver, que caminhos vamos seguir, quem levamos conosco na caminhada.

Escolhemos as paradas temporárias, os atalhos , etc etc..

Portanto, à margem de toda a irrelevância a que nos agarramos muitas vezes, aumentando a importância de coisas menos significativas, só para justificar a falta de coragem de seguir exactamente o caminho que queremos, pelo receio de fazer errado, ou de pisar um terreno incerto, ou de dar a mão àquela pessoa mostrando que a queremos conosco, tentando adivinhar mil e uma razões para dar errado, e o que poderá acontecer que nos magoará, antes de sequer tomar impulso e atitude.

A vida é um dom, vivê-la é uma aventura, limitar-se a sobreviver a ela... um disperdício! Sobrevivência é importante sim, claro, mas quem foi que disse que não são os minutos em que respiramos que contam, mas sim os que nos fazem perder a respiração? Concordo plenamente em genero, número e grau! Temos que respirar fundo, sentir o ar entrar e meter a cara, e abraçar a vida!

Viver as coisinhas pequeninas da mesma forma que as grandes, as coisas simples e as complicadas.... putz, porquê será que tantos de nós choram e suspiram pela felicidade, mas depois se borram de medo de pisar o risco e e se arriscar a ser feliz, nem que seja por um minuto?

Aprendi na marra que a felicidade só existe no passado, mesmo que no segundo acabado de passar. Quando anulamos os sofrimentos da memória e sumarizamos todos os pequeninos momentos maravilhosos. Então, pode ser um pôr do sol, ou uma aurora, um beijo inesperado que faz descobrir cantinhos do corpo onde a gente nem sonhava que as hormonas conseguiam atingir, uma opinião falada de chapa e não calada só para "fazer parte do grupo".

Uma noite de semana virada sem dormir pq aquela ocasião inesperada nunca mais se repetirá e no dia seguinte suas lembranças compensarem de longe as olheiras, a cara cansada contrastando com o brilho de vida nos olhos e o sorriso de felicidade impresso nos lábios. A cara cansada de quem até nem dormiu uma noite para VIVER e ter do que se lembrar mais tarde que nos faça voltar a esboçar o mesmo sorriso feliz!

O arriscar, no momento da dúvida, em admitir para a pessoa especial, que ali há mais qualquer coisa, e não deixa-la passar por nossa vida na ignorância arriscando, ou melhor, se certificando de perdê-la por covardia ou medo. Será que há grande diferença entre os dois, ou será a linha que os separa mais ténue do que nos seria confortável admitir?

A velha história, de bem pelo menos vou ter uma história para contar aos netos hmmm, não talvez seja melhor não, uma vida bem vivida provavelmente terá algumas memórias menos próprias para historinhas infantis nahhh deixa pra lá...

Escolhemos os amigos e pq, para que servem os amigos? Servem para partilhar conosco esses momentos eternos, para dar a mão e ajudar a levantar, quando o amigo tropeça e vai de cara no chão... para secar as lágrimas q descem qd a dor teima em não ir embora. Servem até para aquele tapa estrategicamente administrado qd perdemos por momentos a lucidez, e que nos faz um reset de reajuste. Os amigos são para quando se necessita e não para efeitar a fotografia! Seja de companhia na diversão ou de socorro na emergência. Por essa razão temos a liberdade de sermos nós a escolhê-los. Porque serão com eles vividos os "momentos" das nossas vidas! Nos amigos incluo também os amores amantes, mas isso sou eu, porque afinal não acredito minimamente em amor sem profunda amizade e cumplicidade.

Concordo, claro, que são nas coisas mais simples e mais singelas que se esconde, por vezes, as melhores coisas da vida! Mas não basta saber disso, tem que ter coragem, ou "loucura suficiente" de arregaçar as mangas e as calças e se dispor a vivê-las! ... Como diz o outro... Deixa e vida me levar... Só não quero é que a música da minha vida seja a tal do devia ter amado mais... arriscado mais... ter visto o sol nascer... bla bla bla fora de ordem.

A tal da loucura q.b. (quanto baste) soa mto bem ao ouvido... já fiz muita merda, já me arrependi de várias delas e especialmente de oportunidades perdidas e/ou disperdiçadas, ai tantas...... mas ainda nunca me arrependi de ter VIVIDO. Das vezes que liguei o tal botão do foda-se e fui feliz, senti o sangue pulsar na veia e me senti de verdade, VIVA.


Aíiiiiii, se alguém aí não gostar... hmmmmm me desculpe mas, paciência, é grande mas é de boa vontade! E no final das contas... o blog é meu mesmo!
Uffff, custou mas saiu... hehehe **

Bjkxx Over and out.

** Post exibido no fórum TJS.

6 comentários:

s.p. disse...

passei só para visitar este teu canto...gostei de ver eprometo voltar quando tiver mais tempo...já agora..." se há uma coisa que leva a almaé a de ter um amigo, mas há qualquer coisa que eleva muito mais; é a de ser um amigo" (R.Wagner)...até breve...jocas...

s.p. disse...

olá só passei pra ver o teu cantinho...boa....
Já agora vou deixar um pensamento:" Se há alguma coisa que eleva a alma é a de ter um amigo;mas há qualquer coisa que eleva ainda mais, é a de ser um amigo..." (R. Wagner)
jocas...

s.p. disse...

oi...priminha...
já te linkei....rsrsrsrs

s.p. disse...

hey...isto tá ficando muito amargo...quando escreves mais alguma coisa...bj

sp disse...

puxa isto aqui já cheira a mofo...rsrsrsr...vê-lá se consegues abrir uma janela...há mais de um mês que não aparece nada de novo...nada para contar????hein????

Rui Pedro disse...

olha, eu adoro o BOCAS, hehehehehe!!!!!!

bjssssss